Skip to content

Onde Comprar Na 25 de Março

Rua-25-de-Marco
5 (100%) 1 vote[s]

A Rua 25 de Março, reconhecida como o maior centro comercial da América Latina, é um verdadeiro paraíso para quem gosta de fazer compras.

Capaz de agradar todos os bolsos, por dia milhares de pessoas, vindas de todos as partes do Brasil, utilizam a 25 de Março para comprar produto de uso próprio, e também para revender.

A revenda de produtos é uma atividade comercial muito conhecida na sociedade.

Se analisarmos a lucratividade que podemos atingir com a variedade de produtos, sem dúvida é uma forma de ganhar dinheiro extra ou até mesmo, investir como fonte de renda principal.

Acompanhe abaixo todos os detalhes e veja como você pode encontrar o que vender para garantir uma renda extra.

Visitar a 25 de Março é Uma Maratona

Rua 25 de Março

Se pensa em fazer uma visita prepare-se para uma verdadeira maratona!

Assim como bater muita perna a confusão faz parte do ambiente.

Muitas são as lojas que oferecem preços abaixo do mercado e talvez demore uma semana por lá se você optar por entrar em todas as lojas… rsrsrsr

Naturalmente a concorrência é bastante elevada, entre os consumidores e principalmente entre as lojas.

Por dia, cerca de 400 mil pessoas circulam diariamente pela região.

Em vésperas de datas comemorativas, como Natal e Dia das Mães, o número de pessoas ultrapassa 1 milhão.

O que comprar na 25 de março para revender?

Produtos 25 de Março

A primeira coisa que você deve fazer antes de pensar em revender algum produto, é decidir o que vender e para quem.

Vamos praticar um exercício para facilicar o entendimento.

Faz de conta que na sua empresa trabalham muitas mulheres e você decidiu revender produtos para elas. Algumas perguntas que pode fazer são:

  • Que tipo de produto elas usam?
  • Qual o poder de compra mensal para investir em produtos?
  • O gosto delas é mais voltado para produtos caros e de qualidade ou acessíveis e da moda?
  • A venda vai acontecer porque elas não tem acesso ao produto ou porque você vai vender mais barato do que nas lojas que elas frequentam?

São apenas alguns exemplos de como pensar em revender produtos.

Você pode usar esse exercício como exemplo, adaptando sua realidade, assim conseguirá escolher o que vender.

O caminho das Pedras

Caminho das Pedras

Chegou a hora de definir a mercadoria.

Antes de decidir o que comprar para revender, procure entender o que vai te ajudar a ter motivação para trabalhar com revenda.

É um caminho lucrativo mas se não é o que deseja fazer da vida, pode ser tornar um problema no futuro.

A primeira coisa a fazer é ter cuidado, não sair comprando qualquer produto sem antes saber se é possível vender!

Desse momento em diante, você tem a grande oportunidade de começar seu negócio próprio.

Mesmo que nesse momento ainda seja uma renda extra, se você planejar adequadamente, pode começar a ganhar mais dinheiro revendendo do que ganha hoje como funcionário.

Estou falando de uma chance REAL de ser dono do seu próprio negócio – por isso dê o seu melhor.

Vamos aos pontos que vão te ajudar a escolher o melhor produto para vender:

– Pense no que gosta

Pense no Que Gosta

Isso pra mim é fundamental!

Eu não acredito que você consiga vender um produto que você não confia ou não gosta.

Quando trabalhamos com algo que confiamos, acreditamos e que gostamos, fica muito mais simples conseguir bons resultados – essa é a vida!

Ao observar as diversas oportunidades que a 25 de março oferece, procure escolher as que mais você se identifica.

Acredite, vai ser mais fácil!

– Conheça o potencial do produto na sua região

Produto

Está com a lista pronta dos produtos que mais chamam a sua atenção?

Agora resta saber se esses produtos vendem…

É preciso juntar uma coisa com à outra, se o que chama sua atenção tem potencial de venda na sua região.

Não adianta só gostar do produto ele precisa vender, caso contrário é perda de tempo.

– Avalie a sua concorrência

Concorrência

Sim, isso é muito importante!

Entendendo como sua concorrência trabalha permite você aprender com isso, assim você pode se diferenciar e chamar mais atenção.

Avalie:

  • Quais são os pontos positivos?
  • O que fazem que dá certo e você poderia utilizar no seu negócio?
  • O que eles fazem que você não gosta, e que deve evitar?

Identificar como outros concorrentes no mesmo setor trabalham e atuam vai ajudar a compreender qual é a melhor estratégia para vender mais.

– Veja se o lucro é positivo

Lucro Positivo

Esse é mais um ponto positivo na hora de escolher o que comprar para revender na 25 de março.

Você já sabe que o produto é bom, tem mercado por aí, já analisou a sua concorrência, mas precisa calcular se a margem de lucro é boa.

Existem produtos com um potencial muito bom, mas você vai ver que a possibilidade de lucro é muito baixa.

Por isso o mais importante nessa fase é ter cuidado na hora encontrar fornecedores.

É possível comprar pela Internet?

Comprar Online

Fazer compras na Rua 25 de Março não é uma tarefa simples!

O fluxo de pessoas é muito alto, as calçadas oferecem pouca circulação e a passagem dos carros acaba ocupada por pedestres.

Infelizmente tenho que alertar para o cuidado com as carteiras, celulares e bolsas. Com uma quantidade grande pessoas, não é difícil acontecer pequenos furtos.

Situações como essa em uma época onde a tecnologia nos ajuda a ganhar tempo, como fazer para comprar na 25 de março online?

Os Segredos da 25 de Março

Algumas lojas da região vendem através do site com preços na maioria das vezes, iguais aos da loja. Algumas oferecem também frete grátis.

Mas se você não conhece as lojas como saber se é uma boa opção de compra?

Pesquisar no Google não é uma tarefa simples, então deixo para você os principais tipos de produtos para você pesquisar, isso deve facilitar sua busca.

Buscar por produtos que deseja vender é mais fácil do que procurar lojas que vende esses produtos.

Produtos comuns que você pode encontrar:

  • Bijuterias (montadas ou peças p/ montagem);
  • Artigos de festa (aniversário, festa de 15 anos, infantil, adulto, etc.);
  • Artigos para casamento;
  • Artigos para casa;
  • Artigos de datas comemorativas (árvore de natal, fantasias carnaval, cesta de páscoa, etc.);
  • Loja de essências;
  • Flores artificiais;
  • Aviamentos;
  • Decoração;
  • Maquiagem;
  • MDF;
  • Roupas;
  • Bolsas.

Uma outra forma que procurar no Google é pelo segmento da loja.

Eu separei algumas lojas e seu respectivo segmento para ajudar você na hora de pesquisar

Loja Segmento
Mauro Bijuteria Acessórios e Maquiagem
Paris Biju Bijuteria e Maquiagem
Afife Maquiagem
I Love Bijoux Acessórios
Alliance Bolsas
Niazi Chohfi Casa
Eva Store Artigos de Cozinha
Kakarekos Presentes e Decoração
Rizzo Embalagens e Decoração
Boa Ideia Presentes
Mundo das Novidades Armarinhos
Minas de Presentes Presentes
Bendita Seja Bijuteria
Camisetas Magic Moda
Doural Casa
Superselfie Tecnologia
Miss Ami Bijuteria
Willka Capinhas Acessórios para Celular
Rei do Armarinho Aviamentos
Armarinhos Almeida Brinquedos
Beija-flor Brinquedos
Lojas Matsumoto Artigos de Festa
Só Lembranças Lembrancinhas
M Dantas Embalagens
Lauand Fantasia e Casamento
Plásticos Zezinho Fantasias
Aslan Tecido
Lojas Millor Fantasia
Festas & Fantasias  Festa e Fantasia

Como transformar uma revenda em um negócio?

Seu Negócio Próprio

O primeiro passo é ter em mente que você precisa se organizar para administrar Negócios

Dentre os ensinamentos que aprendi ao longo da vida, um deles é:

As Pessoas Não Planejam Fracassar, Elas Fracassam Por Não Planejar.

A maneira de pensar de um empresário ou dono de negócio é diferente de um funcionário CLT. Se você entender isso já é meio caminho andado.

Depois de seguir os passos que eu comentei acima, é possível afirmar que você tem um negócio.

Analise comigo:

  • Você encontrou um público;
  • Você pesquisou o consumo;
  • Você identificou os produtos que pode vender;
  • Pesquisou os locais pra comprar.

Qual o próximo passo?

Pode parecer obvio, mas mesmo sendo óbvio precisa ser dito:

Comece a Vender…

Uma dica superimportante quando você estiver comprando na 25 de Março:

  • Anote os nomes das lojas, o número dela e os valores dos produtos do que achou interessante;
  • Se for uma visita de compra, ande uma vez anotando e volte comprando, porque é bem possível encontrar ofertas mais interessantes durante o caminho;
  • Se for uma visita de pesquisa, anote opções de produtos complementares aos que você oferece, porque enquanto vende você pesquisa o mercado para um novo produto.

Primeiro Compro ou Primeiro Vendo?

Alguns especialistas dirão para você comprar e depois vender.

Particularmente eu não gosto dessa ordem, porque você investe dinheiro e depois tem que correr atrás do prejuízo.

Sim, em minha opinião é prejuízo porque se você não vender, seu investimento foi em vão!

É apenas a minha opnião!

Agora, e se você vender para depois comprar?

É a maneira como alguns negócios são realizados nos EUA e considerando a força econômica deles, acredito que podemos aprender com eles.

No Brasil é comum no comercio utilizar o modelo “comprar e depois vender”.

Comum porque é um comercio e ao entrar na loja você precisa ver a mercadoria para decidir se vai comprar ou não.

Mas quando você começa a revender produtos, mesmo que seja para comercializar em uma loja na sua cidade, você pode vender primeiro e depois comprar.

Veja, a tecnologia hoje permite tirar fotos com muita facilidade, basta você mostrar um catálogo de produtos e tudo funciona perfeitamente.

Com o passar do tempo, conforme você vai aumentando a quantidade de clientes e conhecendo mais profundamente seus desejos, será mais seguro investir em produtos antes de vender.

Se for um comercio em outra cidade, use o apelo de que está trazendo de SP, exclusivamente para ela (o cliente no caso).

Pessoas adoram se sentir exclusivas e você terá um grande diferencial frente aos seus concorrentes.

Segredos da 25 de Março