Skip to content

O Mundo dos Negócios Depois do Coronavirus – COVID-19

coronavirus

As pequenas empresas nos Brasil já estão sentindo a crise financeira das restrições aos coronavírus, que fazem milhões de pessoas se isolarem para evitar o avanço acelerado do vírus, ficando em casa e evitando viagens desnecessárias às compras.

Um analista nos EUA previu que a interrupção de negócios do coronavírus para empresas poderia levar a 15.000 fechamentos permanentes de lojas em 2020, com o Instituto de Política Econômica prevendo que o surto da doença poderia acabar com três milhões de empregos na economia dos EUA antes deste verão.

No Brasil os número não são menos assustadores, uma vez que temos uma grande extensão territorial assim como nos EUA

Impacto do Coronavirus no Brasil

Essas preocupações certamente estão surgindo para proprietários de pequenas empresas em todo o país, e eu acredito que mais de 50% deles diriam que não poderiam continuar operando seus negócios por mais de três meses em meio às condições atuais causadas pelo surto de coronavírus.

Vários estados dos Brasil já começaram a exigir que empresas não essenciais – basicamente qualquer coisa além de supermercados e farmácias – fechem suas portas aos clientes. 

Mas, mesmo em estados onde esse não é o caso, dezenas de pequenas empresas já fizeram o movimento para fechar totalmente as lojas ou reduzir drasticamente suas horas de negócios.

“Alguns pequenos empreendedores sentiram um dever cívico de fazer parte da solução e não do problema”

Ainda sim, pequenos e médios empreendedores trabalham com um reduzido fluxo de caixa em suas empresas, resultado principal da falta de educação financeira no pais.

Um excelente momento para investir em educação financeira e o CIGELIF, nesse momento, é o melhor lugar!

Alguns com um pouco mais de “fôlego” buscam negociar a despesa maior, o aluguel, tentando adiar essa despesa por dois meses, com o potencial de reavaliar sua posição no caminho.

Mesmo assim nada é garantido e tudo pode mudar de uma semana para outra. 

O fato: O MUNDO NÃO É MAIS COMO ERA ANTES.

Os negócios como nós conhecemos mudarão após a pandemia do COVID-19. 

Este ano de 2020 será o ano que mudou a trajetória do comércio eletrônico, telemedicina e trabalho remoto. 

Hoje, mais do que nunca, posso afirmar que tenho o privilégio de trabalhar no mundo do comércio e negócio digital

As crises, em qualquer nível, são perturbadoras. 

Durante tempos de intensa interrupção, como a pandemia de COVID-19 que estamos enfrentando, duas coisas são importantes: 

  1. Navegar de forma inteligente pelos riscos imediatos impostos pela crise, para emergir com danos mínimos; 
  2. Preparando-se para um mundo pós-crise que possa parecer distintamente diferente do mundo em que vivemos hoje.

Toda crise também é uma oportunidade de ganhar a confiança e credibilidade de nossos clientes, parceiros, comunidade e família (não necessariamente nessa ordem), ajudando-os a lidar com a crise.

Em tempos como esses, a incerteza e o vácuo de informações precisas causam tanta ansiedade quanto a própria crise. 

Mas a pergunta que ainda fica é: O que Fazer?

Eu particularmente estou sugerindo a todos meus clientes e amigos a olharem o mundo digital com outros olhos.

Mais do que uma alternativa, pode se transformar em “a única saída”.

Existe uma verdade escondida que poucas pessoas estão conseguindo visualizar e vou compartilhar com você…

Se você souber promover negócios, não importa qual seja, apenas saiba promover, você estará a frente da maioria das pessoas. Estou falando de saber fazer Anúncios que Vendem no Facebook.

Diversos serviços vão surgir, bem como novas necessidades….

Você está estudando, se atualizando?

Ou está apenas assistindo TV, achando que vai passar logo e esperando cair do céu o melhor caminho para você seguir.

São nos momentos de crise e no caos que nasceram grandes empresas. 

A verdade continua a mesma: Existia um mundo antes do COVID-19 (coronavirus) e agora existe outro.

De que lado você está, do lado que vai ficar parado esperando as coisas acontecerem ou vai estudar, se atualizar, criar algo que possa garantir o “leite das crianças”